Lenda do Caboclo D’água

Segundo a lenda do Caboclo D’água, o ser mítico é um monstro metade bicho metade homem, defensor do Rio São Francisco, que mora em uma caverna no lugar mais fundo do rio e assombra pescadores e navegantes, chegando mesmo a virar e afundar embarcações. Para se proteger do Caboclo D’água, os pescadores do rio São Francisco esculpem na proa de seus barcos figuras assustadoras chamadas carrancas. Outros lançam fumo nas águas para acalmá-lo. Também são cravadas facas no fundo dos barcos, por haver a crença de que o aço afugenta manifestações destes seres sobrenaturais e também são pintadas estrelas debaixo dos barcos para afugentá-lo.

Os antigos o descrevem como sendo um ser troncudo e musculoso, de couro duro cor de bronze e um unico, grande olho na testa. Apesar de seu tipo físico, o Caboclo d’Água consegue se locomover rapidamente tanto na água como na terra. Apesar de poder viver fora da água, o Caboclo d’Água nunca se afasta das margens do rio São Francisco.

Quando não gosta de um pescador, ele afugenta os peixes para longe da rede, mas, se o pescador lhe faz um agrado, como por exemplo, jogar fumo nas águas, ele o ajuda levando os peixes em direção a rede, fazendo com que a pesca seja farta.

De acordo com a lenda, ele também pode aparecer sob a forma de diversos animais, pescadores relatam que ele pode se camuflar como cobra, lagarto, jacaré e outros animais da região.

Submit comment

Allowed HTML tags: <a href="http://google.com">google</a> <strong>bold</strong> <em>emphasized</em> <code>code</code> <blockquote>
quote
</blockquote>